Notícias

Orquestra 2 de Julho do NEOJIBA abre o 6º Congresso Luso-Brasileiro de Auditores Fiscais, em Salvador

postado em 03/05/2022 17:18 / atualizado em 03/05/2022 17:18

Concerto Orquestra 2 de Julho no TCA, em março deste ano. Foto: Divulgação Neojiba

 

A Orquestra 2 de Julho do NEOJIBA – Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia- será a atração da cerimônia de abertura do  6º Congresso Luso-Brasileiro de Auditores Fiscais. A apresentação acontece no dia 12 de junho, no Teatro Castro Alves, em Salvador.

A Orquestra 2 de Julho é a principal formação do NEOJIBA, um programa do Governo do Estado da Bahia, que em 2022 festeja seus 15 anos. Seu diretor artístico e regente titular é o músico baiano Ricardo Castro. Composta por quase 100 jovens de 13 a 27 anos, foi criada em 2007, tendo com característica a atuação pedagógica de seus integrantes, envolvidos direta ou indiretamente na formação musical de mais de 6 mil crianças e adolescentes no estado da Bahia. Destaque no cenário nacional e internacional, já realizou mais de 300 apresentações para um público de 485 mil pessoas. Em 2010, foi a primeira orquestra juvenil brasileira a se apresentar na Europa e desde então já realizou sete turnês internacionais na Europa e EUA. Orquestra residente do Septembre Musical de Montreux, Suiça, em 2014 e 2016, a 2 de Julho já tocou em salas como Philharmonie de Paris, Santa Cecília de Roma, Konzertsaal de Berlin, Victoria Hall de Genebra ou Royal Festival Hall de Londres. Artistas como Martha Argerich, Jean-Yves Thibaudet, Midori, Maxim Vengerov, Maria João Pires, Lang Lang, Shlomo Mintz, Katia & Marielle Labèque e David Grimal são alguns dos nomes que já se apresentaram com a orquestra como solistas.

No concerto do dia 12, a orquestra apresentará uma seleção de peças brasileiras, latinas e internacionais que marcam a sua trajetória aqui e nas grandes salas de concertos da Europa

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) promove o desenvolvimento e integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O programa é mantido pelo Governo do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, e gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Social Pela Música. Em quase 15 anos, o NEOJIBA atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças, adolescentes e jovens entre 6 e 29 anos. Atualmente, o programa beneficia 2.324 integrantes diretos em seus 13 núcleos, e 4.500 indiretos em ações de apoio a iniciativas musicais parceiras.

Já fez sua inscrição para participar do 6º Congresso Luso-Brasileiro de Auditores Fiscais? Clique aqui e participe.

Leia também:

Copyright © 2022. Associação Nacional das Associações de Fiscais de Tributos Estaduais - Todos os direitos reservados.