Notícias

Febrafite prestigia entrega do Prêmio Afrafep de Educação Fiscal 2021

postado em 02/12/2021 19:59 / atualizado em 02/12/2021 20:04

 

Ao som da cantora e instrumentista mirim paraibana, Helloysa do Pandeiro, os cinco melhores inscritos no Prêmio Afrafep de Educação Fiscal 2021 nas categorias Escola, Instituições, Profissional da Tecnologia e Profissional da Imprensa receberam certificados e premiações em dinheiro, na terça-feira, dia 30, no auditório do Sindifisco-PB, em João Pessoa.  A Febrafite foi representada pelo presidente de honra Roberto Kupski.

Kupski enfatizou que a pandemia não impediu a realização do prêmio. Para ele,  isso comprova a importância da iniciativa promovida pelas entidades do Fisco. “Isso é motivo de muito orgulho para toda a categoria de auditores fiscais. Não é à toa que a Paraíba tem se destacado nos últimos anos com prêmios de educação fiscal em nível nacional. Há projetos belíssimos sendo feitos localmente, por isso despontam no nacional. Contudo, sempre tenho comigo que todos os projetos inscritos na etapa estadual são vencedores e alguns são premiados”, pontuou.

A presidente da Associação dos Auditores Fiscais do Estado da Paraíba (Afrafep), Elaine Félix, classificou os projetos como diferenciados diante da qualidade dos projetos tanto no aspecto dos temas e conteúdos trabalhados, mas também no aspecto da criatividade e inovação em suas abordagens. “Isso mostra a notória evolução do Prêmio Afrafep de Educação Fiscal nas suas cinco edições. A solenidade foi uma aula de cidadania com as falas dos vencedores e dos parceiros. Parabenizo os vencedores, mas também todos os inscritos este ano”, destacou.

Além de Roberto Kuspki, a solenidade de entrega da premiação contou com a presença do secretário de Estado da Fazenda (Sefaz-PB), Marialvo Laureano; do delegado da Receita Federal na Paraíba, Hamilton Sobral; do superintendente da LOTEP-PB e secretário executivo do Planejamento, Gestão do Estado, Petrônio Rolim; da diretora do Departamento de Programas Especiais da Sedec, Alcilene Andrade; do presidente do Sindifisco-PB (Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado da Paraíba), Manoel Isidro, da reitora do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), Mariana de Brito Barbosa; da Coordenadora do Programa de Educação Fiscal do Estado da Paraíba da ESAT (Escola de Administração Tributária), Ciliana Nunes, além de conselheiros da Afrafep, gestores e auditores fiscais do Estado.

Vencedores da edição

Na categoria Escola, os dois projetos vencedores foram de escolas integrais do Estado, sendo uma de João Pessoa e outra de Patos. A professora de Sociologia da ECIT Daura Rangel Santiago, Acsia Lino de Alencar Gregório, coordenou o projeto “Cidadania Ativa em Tempos de Pandemia”. A ideia do projeto foi trabalhar a cidadania na Comunidade Escolar, por meio da Rádio Escola Nas Ondas do Daura. Como a pandemia intensificou o isolamento social e o atendimento das instituições migrou para o remoto, a Rádio criou um serviço de atendimento dentro do aplicativo WhatsApp denominado Ative Cidadania, reunindo os principais canais, e-mails, redes sociais e telefones de seis instituições como forma de facilitar o serviço de reclamação e de denúncia na área de cidadania fiscal para a comunidade e os seguidores do perfil do Instagram @nasondasdodaura, que foi o canal disseminador do projeto.

O segundo vencedor da Categoria Escola foi o projeto do professor de matemática da Escola Cidadã Integral Auzanir Lacerda, Wuallisson Firmino dos Santos, intitulado “Influencer Fiscal: Utilizando as Redes Sociais para Promover uma Educação Fiscal”. O projeto desenvolveu conceitos básicos da educação fiscal por meio da cultura digital, usando os influencers digitais dentro do perfil do Instagram @influenccerfisal como forma de atrair a atenção os estudantes da escola com a sua linguagem diferenciada para a conscientização da importância do tributo e da manutenção do Estado, tendo o cidadão como partícipe na relação Estado-cidadão.

Na categoria Instituições, o vencedor foi o da engenheira Denise Dantas Muniz em coautoria com Eduardo Braga, da Omni Soluções em Pesquisa e Desenvolvimento, com o projeto “Erga Omnes Fisco: Educação Fiscal para Todos”. O projeto promoveu a inclusão de pessoas com deficiência no tema da educação fiscal, trabalhando não apenas os conceitos de direitos garantidos por meio da Lei, mas o conhecimento para uma conscientização cidadã das pessoas com deficiência sobre a legislação para a acessibilidade e os recursos educacionais como ferramenta de transformação social.

Na categoria Profissional da Tecnologia, o projeto vencedor foi o do coordenador e professor de Ciências da Computação do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), Thiago Rodrigues Medeiros. O projeto “Jogo IPTU Teens”, desenvolvido por dez alunos de Ciências da Computação do Unipê sob a orientação do professor Thiago, auxilia o processo educativo de crianças e de pré-adolescentes, abordando de forma didática assuntos sobre moral, ética, cidadania, impostos e programas escolares. Com linguagem acessível, o game, que explora o imposto municipal IPTU, contribui para a conscientização e formação de cidadãos éticos, pois o jogador é colocado em diversas situações, testando, assim, as suas decisões frente às questões de ética e de cidadania.

Na categoria Profissional da Imprensa, a reportagem vencedora, na edição de 2021, foi o da jornalista Ludmila Costa, da TV Correio. Intitulada de “O valor da Saúde”, a reportagem de quase dez minutos trabalhou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS), durante a pandemia, no aspecto do financiamento da saúde pública. A reportagem responde de onde vem o financiamento da saúde, como é distribuído o recurso e como o pagamento de impostos beneficia a população, realçando a importância dos impostos para custear a saúde pública, usando um paciente curado da covid-19.

Novidades para a edição 2022

O lançamento do Prêmio Afrafep de Educação Fiscal edição de 2022 aconteceu durante a solenidade da premiação e trouxe novidades. “Além do Sindifisco-PB, que já apoia o prêmio, ganharemos no próximo ano outro copatrocinador: a LOTEP-PB. Com isso, elevamos o valor do Prêmio para R$ 5 mil e também subiu para oito o número de projetos que podem ser premiados. Serão, agora, três na Categoria Escola, duas em Instituições e também dois na categoria Profissional da Imprensa, além de um na categoria Profissional de Tecnologia. A Afrafep vem buscando se aproximar da administração pública para empoderar o cidadão de conhecimento para despertar e disseminar a cidadania fiscal tanto em qualidade de projetos como de participantes no Estado da Paraíba”, revelou a presidente da Afrafep-PB.

Com informações do Sefaz/PB
 Clique aqui para saber mais!

Leia também:

Copyright © 2022. Associação Nacional das Associações de Fiscais de Tributos Estaduais - Todos os direitos reservados.