O que pensam os presidenciáveis sobre a Reforma Tributária e as Carreiras de Estado

Notícias

Em reunião com dirigentes do Fonacate, vice-líder do governo na Câmara busca acordo para a reforma da Previdência

postado em 19/12/2017 15:06 / atualizado em 20/12/2017 16:51


Febrafite foi representada pelo diretor Juracy Soares

Febrafite foi representada pelo diretor Juracy Soares

Com a missão de abrir um canal de discussão com os servidores públicos, o deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF), um dos vice-líderes do governo na Câmara dos Deputados, se reuniu na manhã desta terça-feira (19), na sala da vice-presidência da Casa, para discutir com os dirigentes das entidades nacionais que compõem o Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, da reforma da Previdência. A Febrafite foi representada pelo diretor Juracy Soares.

Rudinei Marques, presidente do Fonacate, manifestou que ao longo deste ano a entidade apresentou muitas propostas e que o ponto de partida para essa negociação será sobre as dez emendas propostas pelo Fórum. “Um eventual diálogo com o governo será a partir dessas emendas. Continuaremos buscando o diálogo e em defesa do trabalhador brasileiro, tanto da iniciativa privada como da pública que serão duramente prejudicados se o projeto for aprovado como está”, disse.

As emendas do Fonacate foram protocoladas em fevereiro deste ano. Em abril, os dirigentes da entidade se reuniram com o relator, deputado Arthur Maia (PPS- BA) e esclareceram todos os pontos propostos. “Do jeito que o texto da reforma da Previdência está, as regras de transição são prejudiciais aos trabalhadores, pois se faltar um ano para se aposentar, ele terá que trabalhar mais 11 ou 12 anos”, esclarece Marques.  (clique aqui e conheça as emendas do Fonacate).

Rogério Rosso manifestou que não concorda com a campanha publicitária do governo federal, pois coloca o serviço público contra a sociedade: “Essa campanha é nefasta, cruel com o funcionalismo público e esse é um dos motivos que me levou até vocês”.

O deputado ressaltou que há dois caminhos, do embate ou da negociação, e que nesse momento é fundamental buscar o diálogo.

Segundo anúncio do presidente da Câmara Rodrigo Maia, na última semana, a discussão da PEC 287/2016 deverá ser retomada no dia 5 de fevereiro de 2018, com votação prevista para ocorrer no dia 19.

Copyright © FEBRAFITE - Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais - Todos os direitos reservados

by HKL